21 de abril: aproveite o feriado para conhecer Minas Gerais

21 de abril: aproveite o feriado para conhecer Minas Gerais

COMPARTILHAR
Centro Histórico de Tiradentes, 21 de abril, Guichê Virtual
Centro Histórico de Tiradentes | Foto: Banco de imagens

Na próxima semana teremos um feriado muito esperado: a Páscoa! Que, coincidentemente, cai no dia 21 de abril, Dia de Tiradentes.

E como o dia de folga nacional tem origem mineira, destacamos duas cidades incríveis de Minas Gerais que tem tudo a ver com a data: São João Del Rei e Tiradentes. Nesses lugares você pode levar a família ou os amigos para um passeio histórico. Vamos lá:

Por que conhecer São João Del Rei?

São João del Rei, 21 de abril, Guichê Virtual
Igreja de São Francisco de Assis, em São João del Rei | Foto: Banco de imagens

A aproximadamente 240 quilômetros da capital Belo Horizonte, a cidade é tradicional e foi um dos cenários para o dia 21 de abril. Conhecida por ecoar os sinos das igrejas para anunciar o começo das missas ou a hora da Ave Maria.

As lembranças do Brasil Colônia ainda estão vivas no Centro Histórico da cidade. No lugar estão charmosos sobrados e casarões, como o Solar dos Neves, que pertence a família do ex-presidente Tancredo Neves e a Igreja de Nossa Senhora do Pilar, com talas de ouro e profusão.

O casario antigo abriga restaurantes e lojas que oferecem cobiçadas peças produzidas com outro metal nobre da região, o estanho, que dá forma a joias e objetos de decoração. Entretanto, a “menina dos olhos” de São João Del Rei não está apenas no Centro Histórico.

Quem vai à cidade deve passar pela Igreja de São Francisco de Assis, que fica no meio de uma praça cercada por palmeiras imperiais. Os altares dourados são escassos, no entanto foram primorosamente recompensados pela porta em pedra-sabão, pelo lustre em cristal de bacarat e pela missa das manhãs de domingo, acompanhadas por músicas barrocas.

Siga para Tiradentes no 21 de abril

Faça uma viagem no tempo: pegue a maria-fumaça de São João Del Rei e siga para a charmosa Tiradentes. O percurso dura cerca de meia hora, cortando a bela Serra de São José.

Chegando na cidadela, circule a pé ou de charrete em meio às lojinhas de artesanato, chafarizes, ateliês e restaurante estrelados.

As ruas coloniais, as calçadas com pedras pés-de-moleque e as igrejas do século XVIII dividem os olhares com o preservado casario formado por sobrados que abrigam restaurantes, pousadas, antiquários e lojas de artesanato que acendem seus lampiões na fachada ao anoitecer.

***

Curtiu os roteiros? Viaje com conforto e segurança a esses lugares, compre passagens pela internet e não deixe de conhecer também outras cidades históricas em Minas Gerais!

Comprar passagem de ônibus