5 erros mais comuns de mochileiros de primeira viagem

5 erros mais comuns de mochileiros de primeira viagem

COMPARTILHAR
Viajar com mochileiros... Tem coragem?

Os mochileiros são aqueles viajantes que decidem sozinhos seus destinos, tempo de permanência em cada lugar, além de meios de transporte e tudo o que é relativo à sua viagem. Eles levam tudo que precisam nas mochilas e realizam o sonho que muitas pessoas têm de viajar e conhecer culturas diferentes. Além disso, eles querem ser donos do próprio tempo, evitando as agendas e cronogramas de pacotes turísticos ou a dificuldade de conciliar interesses quando se viaja em grandes grupos.

Mas assim como nem mesmo o melhor pacote turístico pode ser aproveitado sem imprevistos, “mochilar” sem levar em conta certos cuidados pode prejudicar as suas férias. Confira 5 erros mais comuns entre os mochileiros de primeira viagem.

Despachar bagagem

A regra é simples. Se você precisa despachar bagagem é porque está carregando coisas demais. E se está carregando coisas demais, você está “mochilando” errado. O autor e viajante profissional Tim Ferris ensina como viajar com menos de 5 quilos de bagagem.

Um dos seus segredos é não levar objetos para todo tipo de emergência (como guarda-chuva e protetor solar) e em vez disso reservar algum dinheiro para comprar o que for preciso no local. Ele chama essa filosofia de Buy it There, ou seja, “compre lá”. Note também que em quase qualquer hotel ou albergue você ganha pasta de dente e outros produtos de higiene pessoal.

Não definir um motivo para viajar

Por que você quer viajar por aí? É para tirar fotos e fazer inveja nos amigos no Facebook? Ou, como muitos podem responder, “para ver museus”? Se você é realmente uma pessoa que frequenta museus, vai aproveitar bastante a viagem, mas, se não, talvez ache a viagem um pouco desagradável.

Por isso, pense antes no que você realmente gosta de fazer — aprender um idioma diferente, conhecer um ritual, visitar castelos, ver a neve, ir à boate mais legal da Europa, etc. — e trace os pontos de sua viagem ao redor de alguns poucos objetivos.

Tentar abraçar o mundo

Se for para visitar 8 cidades em 6 dias, é melhor comprar um pacote turístico. Mochileiros usam melhor o tempo fazendo poucas coisas muito bem. Você aproveitará mais a viagem se não estiver cansado de se deslocar de um lugar para o outro. Além disso, a experiência mostra que curtimos mais aquilo em que investimos esforço. Se você estuda sobre um museu ou local turístico antes, ao chegar lá aproveite o que você aprendeu. Seja seu próprio guia turístico.

Comprar um plano especial para o telefone

Viajar é uma ótima desculpa para deixar seu smartphone em casa. Você aproveita e ainda esquece o Instagram. Tirar fotos é ótimo, mas se você fotografa tudo para ter lembranças, terminará com muitas fotos e poucas lembranças. Se você vai levar o smartphone para não ter que levar uma câmera (e ainda usar aplicativos), ao invés de comprar um plano especial de telefonia, use o Skype ou Google Voice. A economia será bastante significativa, principalmente se você levar em conta o fato de que pode usar esses serviços através do Wi-Fi do hotel, cafés e restaurantes nas cidades aonde vai.

Entregar suas posses a estranhos

Lembre-se de que documentos, dinheiro e remédios devem ficar em uma bolsinha bem leve, que esteja sempre com você — se você precisar deixar sua mochila no compartimento de bagagem do avião ou do ônibus, você pode ficar de olho nessa bolsinha, deixando-a na bandeja à sua frente ou embaixo do assento.

E então, pronto para se aventurar como mochileiro? Acha que deixamos algum erro fatal de fora da lista? Deixe um comentário e compartilhe conosco suas ideias!

Comprar passagem de ônibus