O que fazer em Bonito (MS): 6 passeios diferentes

O que fazer em Bonito (MS): 6 passeios diferentes

COMPARTILHAR
Gruta Lago Azul, O que fazer em Bonito
Créditos: Sidney Michaluate/ Creative Commons

A cidade sul-mato-grossense oferece mil e um passeios de ecoturismo e roteiros de aventura, e com tantas opções fica difícil saber o que fazer em Bonito. Pensando em sair um pouco do convencional, fizemos uma lista com 6 passeios diferentes para aproveitar a cidade de uma forma inusitada e, claro, mais barata.

Confira o que fazer em Bonito, dicas para economizar e, ao final do post, saiba como chegar na cidade de ônibus!

1 – Desbravar a Gruta do Lago Azul

Boca da Gruta Lagoa Azul, O que fazer em Bonito
Créditos: Laura Athayde/ Creative Commons

A Gruta do Lago Azul, cartão postal da cidade e tombada como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), é o item número da lista de “o que fazer em Bonito”. A aventura começa com uma pequena trilha de 300 metros até a entrada da gruta. A partir daí o turista desbrava uma escadaria de pedras, com mais de 290 degraus, e aprecia a descida com um exótico visual de formações rochosas, até a chegada do lago.

A visitação inicia-se a partir das 7h e se estende até as 14h, e o passeio demora em média uma hora e meia, entre subida-descida e, claro, pausa para fotos. O valor para desbravar a Gruta do Lago Azul custa, no máximo, R$ 60 por pessoa – dependendo da época do ano. O passeio é organizado em grupos de 15 pessoas, possibilitando assim que o guia consiga auxiliar todos os turistas com tranquilidade. Por questões de segurança, vale a pena lembrar: apenas crianças a partir de cinco anos podem fazer a visita.

O local também oferece restaurante, banheiros e loja de lembrancinhas. E para você que quer economizar um pouquinho, vale a pena levar uma mochila com lanches, assim você pode fazer um piquenique e curtir a natureza!

A gruta fica apenas a 20 km do centro da cidade e do terminal rodoviário, o que facilita a locomoção dos turistas.

2 – Curtir o dia no Balneário Municipal

Balneário Municipal, O que fazer em Bonito
Créditos: Secretaria de Turismo de Bonito

Se você não sabe o que fazer em Bonito e quer aproveitar um dia inteiro para descansar, mas ainda assim se divertir, o Balneário Municipal é o lugar ideal. A estância é banhada por águas cristalinas, que permitem uma visão nítida dos peixes da região e um contato ainda maior com a natureza.

Além de toda sua beleza natural e a possibilidade de contato com a fauna e flora, o balneário tem boa estrutura para receber os viajantes. Com quiosques, lanchonetes, quadras, banheiros e estacionamento, o local fica a apenas 7 km do centro da cidade. A entrada custa de R$ 30 a R$ 36 por pessoa.

O almoço por lá custa a partir de R$ 15, mas quem quiser baratear o passeio, vale a pena levar lanches, salgados, guloseimas e a sua própria bebida. Assim fica fácil curtir o dia com a família sem gastar muito!

3 – Conhecer o Projeto Jiboia

Projeto Jiboia, O que fazer em Bonito
Créditos: Henrique Naufal/ Secretaria de Turismo de Bonito

Um dos passeios urbanos mais conhecidos em Bonito é o Projeto Jibóia. A ideia do programa é trazer uma experiência diferente aos turistas a partir da educação ambiental sobre a jiboia. No projeto, é apresentado diversas curiosidades e dicas sobre a espécie e a vida das serpentes.

Para aqueles que querem enfrentar os seus medos e colocarem a cobra no pescoço, a apresentação acontece todos os dias das 19h às 21h e o ingresso custa R$ 40 por pessoa. No final da noite você pode tirar várias fotos com as cobras e registrar a viagem de uma forma única. Um passeio exótico, não?

O espaço fica na rua Nestor Fernandes, número 610, na Vila Donaria. Para mais informações, confira o site do projeto.

Leia mais:
Guia de viagem: 5 destinos de ecoturismo
Nobres: um paraíso do Mato Grosso ainda pouco conhecido
Paraísos escondidos: 5 lugares pouco conhecidos para viajar no Brasil

4 – Casa da Memória Raída

Na lista de “o que fazer em Bonito” não poderia faltar a Casa da Memória Raída. Museu, loja e cantina, o espaço reúne livros, documentos e muitas histórias sobre a fundação da cidade e seu povo.

Além de uma visita agradável ao espaço, o viajante ouve contos e causos curiosos sobre Bonito. O turista ainda pode adquirir peças artesanais, livros, cds e artigos sobre a história da região. Ah, e sem contar a cantina da casa, que oferece doces, salgados, produtos naturais e sabores típicos de Bonito! É um passeio diferente em Bonito, que não vai exigir muitos gastos de você.

O Memória Raída fica aberto das 17h às 21h. Já para participar da contação de histórias, é necessário agendamento prévio. A casa fica na rua 29 de maio, no centro de Bonito. Mais informações: (67) 3255-4758

5 – Alimentar os animais no Balneário do Sol

Balneário do Sol, O que fazer em Bonito
Créditos: Rafael Goes/ Secretaria de Turismo de Bonito

Localizado às margens do Rio Formoso, Balneário do Sol é outra opção para curtir o dia todo com a família em apenas um lugar. Com uma ótimo infra estrutura, a estância conta com restaurantes, quadras, redários, quiosques, tirolesas, um tabuleiro de xadrez gigante e além de todo o seu cenário paradisíaco.

Perfeito para crianças, o balneário é praticamente um zoológico de portas abertas para os animais irem e virem. Os turistas tiram fotos e alimentam os diversos bichinhos que vivem por lá: pôneis, araras, macacos, entre outros. Ah, e os animais aquáticos também marcam presença pelas lindas águas cristalinas das cachoeiras e rios, deixando os viajantes cada vez mais em contato com a natureza.

Em apenas um lugar você consegue aproveitar um dos melhores passeios de Bonito por R$ 50. E as dicas anteriores também valem: leve pequenos lanches, guloseimas e frutas para toda a sua família.

6 – O que fazer em Bonito à noite

O roteiro durante o dia pode ser agitado, mas a noite em Bonito também não para. O Oca Bar e Restaurante oferece almoço, jantar e o famoso happy hour para os turistas. O lugar tem um estilo rústico, com música ao vivo e muitas comidas típicas da região. Vale a pena reservar um horário e curtir a noite no centro da cidade!

No Taboa Bar não é diferente. O bar, tradicional na região, agita a noite no centro de Bonito com músicas ao vivo e comidas deliciosas. Há também uma loja que vende produtos artesanais, onde você pode comprar lembrancinhas da viagem.

# – Dicas para economizar em Bonito

Vale a pena ficar de olho no calendário para viajar na baixa temporada para Bonito. Os preços ficam muito mais camaradas! Se você quiser economizar, prefira viajar para lá nos meses de março e junho.

Os mergulhos saem caro, principalmente por conta de todo o equipamento. Vale a pena lembrar é que os passeios que oferecem a opção de flutuação saem sempre mais barato do que o mergulho. Então fica a dica!

Como chegar de ônibus em Bonito

A empresa Cruzeiro do Sul tem rotas para Bonito saindo de Campo Grande, Dourados, Sidrolândia, Bela Vista e Jardim.

Comprar passagem de ônibus

***

Já viajou para Bonito? Nos envie a sua história para [email protected] e compartilhe com o Brasil sua viagem!

COMPARTILHAR
Artigo AnteriorRoteiro em Caldas Novas (GO): saiba como chegar e o que fazer na cidade
Próximo artigoQuer gastar pouco? Conheça 12 passeios baratos em Paraty