Quer gastar pouco? Conheça 12 passeios baratos em Paraty

Quer gastar pouco? Conheça 12 passeios baratos em Paraty

COMPARTILHAR
Centro Histórico, Paraty, Rio de Janeiro

Viajar para Paraty é como viajar no tempo. É também uma experiência incrível de contato com a cultura popular do nosso país e com a natureza em sua forma mais espetacular. Por lá, há muita história, mar, festivais sem fim e muito o que ver. Para te ajudar no roteiro (econômico!) selecionamos 14 passeios baratos em Paraty.

Se você gosta de passeios que te aproximem da natureza, não vão faltar opções. Paraty é cercada por praias e boas porções de mata atlântica preservada. Tem também muita cachoeira por lá! Agora, se você gosta de passeios mais culturais e históricos, a cidade também é um prato cheio, com seu Centro Histórico e sua programação extensa de festivais. Ou seja, é um destino eclético, que agrada a todos e que, certamente, também vai fazer você querer conhecer!

Confira os passeios, todos de graça ou quase isso!

1 – Aproveitar o tour de graça pelo Centro

Centro Histórico, Paraty, Rio de Janeiro

Conhecer Paraty em um passeio a pé pode lhe render boas histórias! O passeio pelo Centro Histórico da cidade, promovido pela Free Walker Tour, mostra alguns segredos, curiosidades e lugares pouco conhecidos em Paraty. É uma ótima forma de conhecer melhor o centrinho charmoso de uma maneira barata.

O free walking tour acontece todos os dias, exceto às quartas-feiras, às 10h30 em português e às 17h em inglês. O valor pelo tour? Você quem escolhe! Não há nenhuma taxa explícita, você contribui com o que pode.

Mais informações aqui.

Quer saber onde mais você pode fazer passeios sem gastar muito pelo Brasil afora? Confira outros tours de graça aqui.

2 – Caminhar pelo Centro Histórico

Centro Histórico, Paraty, Rio de Janeiro

Falando em centro histórico, porque não passear por lá, sem pressa e sem roteiro? Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional, o Centro Histórico de Paraty foi construído entre os séculos 17 e 19. Por todo o lado, você encontra casarões coloniais e igrejas, em sua maioria, em boa conservação. Muitos dos sobrados que estão pelas ruas do centro, que mantém seu calçamento em pedra, são ocupados por bares, restaurantes, pousadas e lojinhas de artesanato.

Você passa, tranquilamente, dois dias passeando pelo Centro Histórico, explorando tudo que ele tem a oferecer. Há intervenções artísticas pelas ruas, muitas lojas para explorar e bons locais para comer – desde opções mais baratas até as mais “gourmetizadas”. Você quem escolhe, mas o passeio é garantido e o melhor: gratuito!

Leia também:
Conheça as 5 melhores praias de Ubatuba
Jovens podem viajar de graça em ônibus pelo Brasil
Conheça 6 passeios alternativos em Curitiba

3 – Subir até o Forte Defensor Perpétuo

Forte Defensor Perpétuo, Paraty

Este é um lugar histórico de Paraty, e que oferece uma das mais belas vistas da cidade e de sua baía. Construído em 1822, o local abrigou o primeiro povoado de Paraty, antes do município descer para onde hoje está o Centro Histórico. O Forte também protegeu a cidade em meio ao processo de independência do Brasil.

Atualmente, o prédio tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) ,preserva uma área como a Casa do Comandante, a ala do Quartel da Tropa e o Quartel dos Inferiores. Também há um pequeno museu com peças que remontam à história de Paraty.

Mais um dos passeios baratos em Paraty, já que a entrada é gratuita. Para conhecer o lugar, basta subir um morro a pé, numa caminhada agradável, cercada de mata.

Mais informações:
Museu Forte Defensor Perpétuo 
Endereço: Morro da Vila Velha, s/nº, Pontal, Paraty – RJ
Telefones: (24) 3373-1038 ou (24) 3371-8328

4 – Curtir os (muitos) festivais que a cidade oferece

Apesar da calmaria que o cenário propõe, a cidade também conta com muitos momentos de agitação durante o ano. Paraty tem uma extensa programação cultural de festivais, como o Bourbon Festival Paraty, um evento Internacional de jazz, blues e soul consolidado como um dos mais importantes do Brasil. Há ainda os festivais da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty; o Paraty em Foco e o Paraty Eco Festival.

Entretanto, o maior deles é a FLIP, a Festa Literária Internacional de Paraty. O evento reúne anualmente milhares de amantes da literatura e escritores de todo o mundo. Há atividades gratuitas e outras pagas. Im-per-dí-vel!

5 – Experimentar as cachaças de Paraty

Chaçadas, Paraty

Paraty foi a mais importante região produtora de cachaça no Brasil Colônia. A importância da bebida para Paraty foi tão grande que no século XVIII o nome da cidade virou sinônimo da bebida naquela época. Paraty já teve mais de 100 alambiques; hoje conta com apenas 7 em funcionamento.

Se você tiver curiosidade, pode fazer uma visita nos alambiques locais, como também apenas apreciar as bebidas em bares e restaurantes por toda a cidade. Certamente é um dos passeios baratos em Paraty!

Saiba mais sobre cada uma das cachaças produzidas artesanalmente por lá:

Cachaça Pedra Branca
Cachaça Engenho D’Ouro
Cachaça Coqueiro
Cachaça Corisco
Cachaça Maria Izabel
Cachaça Paratiana e Mulatinha
Cachaça Maré Cheia

6 – Dar um pulo em Trindade

Praia do Meio, Trindade, Paraty
Praia do Meio, em Trindade

Não deixe de visitar Trindade, uma vila caiçara localizada a cerca de 30 km do trevo de Paraty, dentro de uma área de proteção ambiental. Trindade é um dos destinos mais visitados do município e também uma ótima opção entre os passeios baratos em Paraty.

A vila conserva ares rústicos e é considerado um reduto hippie no Estado do Rio de Janeiro. Tem como moradores artistas, pescadores e caiçaras que hoje vivem do turismo, além dos estrangeiros que decidiram largar tudo e se mudar para lá para viver mais próximo da natureza, em um ambiente mais “paz e amor”.

As hospedagens são, em geral, baratas com opções de pousadas e campings super acessíveis. Exatamente por ter um clima mais rústico, Trindade oferece boas opções também de refeições, com valores justos.

Piscinas Naturais Cachadaço, Paraty

Uma das atrações que consideramos imperdíveis em Trindade é a Piscina Natural Caixa d’Aço, que tem águas claríssimas, cheias de peixinhos. O lugar é ideal para mergulho ou flutuação com snorkel! Não se paga nada para conhecer o local, ao menos que você queira visitá-lo em um passeio de barco. Se quiser ir sem gastar nadinha, é preciso fazer duas pequenas trilhas, que não exigem muito do visitante, passando pela Praia do Meio e pela Praia do Cachadaço.

7 – Percorrer a trilha do Caminho do Ouro

A Estrada Real ou Caminho do Ouro em Paraty, construída pelos escravos, entre os séculos XVII e XIX, ligava Minas Gerais a Paraty, por onde descia o ouro dos portugueses. Percorrer a trilha do Caminho do Ouro na cidade é estar próximo da exuberância da Mata Atlântica do Parque Nacional da Serra da Bocaina e de um percurso muito importante para a história do Brasil.

Pelo caminho, você também pode aproveitar para conhecer cachoeiras, ateliers, alambiques, comidinhas caseiras e muito mais! A visitação só é permitida com guias autorizados, pois atravessa propriedades particulares. Conheça alguns guias de turismo de Paraty aqui

8 – Se refrescar na Cachoeira do Tobogã e Poço do Tarzã

Cachoeira do Toboagua, Paraty

A Cachoeira do Tobogã é uma das mais visitadas em Paraty. Isso porque a queda-d’água forma um verdadeiro escorredor natural em uma enorme pedra lisa, garantindo muita diversão para os moradores e turistas. Mas fique atento: para sua segurança, sempre escorregue sentado!

O acesso é fácil e a trilha que leva à cachoeira é curta. O lugar está localizado no bairro da Penha, com a trilha tendo início próximo à Igreja da Penha, outro local que merece a sua visita!

Ali, bem próximo da cachoeira, há outro ponto imperdível: o poço do Tarzã, uma piscina natural formada entre grandes pedras. O poço fica um pouco acima da Cachoeira do Tobogã, ou seja, você pode aproveitar as duas atrações em um passeio só.

Mais informações:
Endereço: Estrada Paraty-Cunha, no bairro da Penha.

9 – Conhecer a Casa da Cultura

Inaugurada em 2004, a Casa da Cultura de Paraty fica no coração do Centro Histórico. O casarão tem programação durante o ano todo, com exposições temporárias e permanentes. O local é mantido pela ONG Associação Paraty Cultural, composta por associações culturais, de bairros e outros moradores da cidade.

É um passeio breve, que pode ser feito enquanto você estiver caminhando pelo centro. Vale a pena para conhecer melhor a cultura local!

Mais informações:
Endereço: 
Rua Dona Geralda, n 155 – Centro Histórico de Paraty
Horário de Funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 22h; domingo, das 10h às 16h.
Telefone: (24) 3371 2325
Entrada gratuita.

10 – Visitar o Museu de Arte Sacra de Paraty

Museu de Arte Sacra, Paraty

Este museu fica na Igreja de Santa Rita, cartão-postal e uma das mais tradicionais de Paraty. O local abriga um acervo de peças de barro, madeira e metal dos séculos XVII, XVIII, XIX, todas encontradas na cidade, em igrejas do Centro Histórico e também de áreas rurais e costeiras.

A própria igreja tem grande valor histórico para a cidade: foi construída em 1722 e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 1962.

Mais informações:
Horário de Funcionamento: de terça a domingo, das 09h às 12h e das 14h às 17h.
Endereço: Largo de Santa Rita – Centro Histórico de Paraty
Telefone: (24) 3371-8328
Valor: Terça – a entrada gratuita; de quarta a Domingo, a entrada custa R$4,00.

11 – Acampar na Praia do Sono

Praia do Sono, Paraty

Uma das mais praias mais visitadas de Paraty! A Praia do Sono tem areias claras, bem finas e com ondas relativamente grandes, que atraem aventureiros e fãs de lugares paradisíacos, longe de barulho e aglomerações. Nossa sugestão é acampar na praia, que tem por toda sua extensão, diversos campings com preços camaradas, o que faz da Praia do Sono um dos passeios baratos em Paraty. Dormir ouvindo o barulho do mar certamente vai ser uma experiência que você vai querer repetir!

Apesar de preservar o clima rústico, a praia tem boa infraestrutura com restaurantes e bares. Entretanto, vá preparado com dinheiro em espécie e esteja ciente de que você vai ter problemas ao usar o celular, pois o sinal por lá é fraco. Outra boa razão para você se desligar e se preocupar apenas em curtir a natureza.

Para chegar até lá sem gastar nada, pegue a trilha que começa no bairro Laranjeiras, a caminho de Trindade. O percurso dura cerca de 1h30 e exige um pouco mais de fôlego, mas nada que com pequenas paradas você não consiga cumprir. Há também a opção de pegar um barco saindo de Paraty ou Trindade para a praia, mas você terá que pagar por isso.

12 – Centro Cultural Sesc Paraty

Sesc Paraty
Créditos: Divulgação Sesc Paraty

Outro ponto que está entre os passeios baratos em Paraty é o Sesc, que está no Centro Histórico do município. Com exposições e intervenções pela cidade, o Sesc Paraty é um importante local de difusão da cultura paratiense e caiçara em geral.

Vale a sua visita!

Mais informações:
Endereço: Rua Dona Geralda, 320 – Centro Histórico – Largo Santa Rita
Telefone: (24) 3371-4516

Como chegar de ônibus em Paraty

A empresa de ônibus Rodoviário Oceano faz linhas para Paraty, com saídas de Ubatuba, Guaratinguetá e Taubaté. Confira os valores aqui!

Comprar passagem de ônibus