8 lugares pouco conhecidos para curtir o verão no Vale do Paraíba...

8 lugares pouco conhecidos para curtir o verão no Vale do Paraíba (SP)

COMPARTILHAR
Vista da Pedra da Macela, em Cunha

O verão chegou! Quem vive ou passa pelo Vale do Paraíba nem pode imaginar os lugares pouco conhecidos e até intocados que a região reserva. Listamos 8 lugares pouco conhecidos para curtir o verão no Vale do Paraíba.

O lugar é rico em diversidade cultural histórica e belezas naturais, tem vegetação ainda permeada pela Mata Atlântica, cachoeiras, montanhas, praias, fazendas coloniais e, claro, ainda conta com a linha natural que divide o Vale: as Serras do Mar e da Mantiqueira.

1 – Cunha – Pedra da Macela

Um lugar pouco explorado na região do Vale do Paraíba é a Pedra da Macela, que fica em Cunha. Localizada a 1.840 metros de altitude, a Pedra está na divisa dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. E é o ponto mais alto do paredão que separa o Vale do Paraíba das cidades do litoral.

A Macela ainda tem uma vista espetacular. De lá é possível ver a baía de Paraty, Angra dos Reis e Ilha Grande! Além de várias montanhas e uma infinidade de árvores da Mata Atlântica, preservadas pelo Parque Estadual da Serra do Mar.

Como chegar:

De ônibus

Você pode viajar para Cunha com a Viação São José. Há saídas diárias da cidade de Guaratinguetá para Cunha.

De carro

Seguir pela Rodovia Presidente Dutra, sentido Rio de Janeiro até Guaratinguetá, na saída pelo 65 km. Em seguida, pegue a estrada de Cunha-Paraty até o km 66. Depois é preciso seguir 4 km de uma estrada de terra até chegar a trilha da Pedra da Macela, que é asfaltada.

2 – Ilhabela – Praia do Julião

Vale do Paraíba, Guichê Virtual
Pôr do sol na Praia do Julião, em Ilhabela

Ilhabela por si só já é um recanto intocado e uma excelente opção para curtir a alta temporada do verão no Vale do Paraíba. Localizada a 9 km de São Sebastião e a 213 km de São Paulo, o local tem inúmeras praias paradisíacas. Por falar em praias, já listamos aqui as melhores do estado de São Paulo.

Nossa dica é visitar a Praia do Julião, que fica escondida na Ilha e tem um visual espetacular. Com areia branca e fina, o local tem águas claras e piscinas naturais entre as pedras das encostas. A praia fica no sul da ilha, a aproximadamente 5 km da balsa, e a 12 km da Vila de Ilhabela.

3 – São Francisco Xavier

As altas temperaturas pedem cachoeiras! O distrito de São José dos Campos, São Francisco Xavier, é o recanto delas. E, por isso, está em nossa seleção dos lugares para aproveitar o verão no Vale do Paraíba.

“São Chico” como é conhecido pelos joseenses, fica a aproximadamente 54 km de São José e está a 720 metros de altitude, bem perto da Serra da Mantiqueira. O verde já se faz presente no charmoso centrinho da cidade, que tem restaurantes e pousadas para todos os gostos e bolsos.

As cachoeiras do Davi e do Pouso do Roncador (que reúne 7 quedas-d’água) são as mais populares e próximas do centro, com trilhas de fácil acesso. Contudo, também têm as cachoeiras das Couves (a 2 km do distrito), Santa Bárbara e do Turvo (a 24 km de São Xico) e a do Sabão (próxima ao Córrego do Sabão).

Leia também:
3 cidades do Vale famosas pelo turismo religioso
Os 12 melhores passeios em Campos do Jordão
6 motivos para conhecer o Lavandário de Cunha

4 – São Bento do Sapucaí – Pedra do Bauzinho

Vale do Paraíba, Guichê Virtual
Pedra do Bauzinho, São Bento do Sapucaí | Foto: Banco de imagens

São Bento é puro charme! O que leva a maioria dos turistas ao local é o sossego que contrapõe o agito na alta temporada na cidade vizinha, Campos do Jordão. Mas a nossa sugestão para o verão no Vale do Paraíba é subir a Pedra do Bauzinho, um cartão postal da região, que fica a 24 km de São Bento do Sapucaí.

Não é difícil chegar no Bauzinho, pois o lugar tem uma trilha de fácil acesso e que não exige grandes esforços. O espetáculo do Bauzinho é a paisagem do Vale, em que é possível ver o complexo da Pedra do Baú e as montanhas cercadas pela Serra da Mantiqueira.

Como chegar:

A melhor parte é que você não precisa de um guia. A partida é pelo 18 km da estrada para Campos do Jordão. Depois são 10 minutos de trilha até a pedra.

5 – Lavrinhas – Poço Azul

Quase na divisa entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro, Lavrinhas está bem próxima da Serra Mantiqueira. O município recebe muita água límpida e clara da serra, tornando-se uma opção para quem deseja se refrescar e aproveitar o verão no Vale do Paraíba.

A água de Lavrinhas é tão pura e rica em minerais que tem um tom azulado, por conta do sulfato de alumínio. Isso pode ser percebido nos dias de calor e céu ensolarado no Poço Azul, uma verdadeira piscina natural, que também é um paraíso para os olhos e para os banhistas.

Sem falar das casinhas e da estação rodoviária, que foi inaugurada em 1874 por Dom Pedro II, que tornam a cidade ainda mais charmosa.

6 – Bananal – Cachoeira do Bracuí

Vale do Paraíba, Guichê Virtual
Cachoeira do Bracui, Bananal | Foto: Banco de imagens

A pequena Bananal foi uma das cidades mais ricas da região durante o período do Ciclo do Café, no século XIX. A cidade é a porta de entrada para a Serra da Bocaina e se consagrou um dos melhores lugares para curtir no Vale do Paraíba.

O patrimônio natural Bocaina é exuberante! Tem um conjunto com cachoeiras, rios, matas, fauna e flora ainda muito preservados. Sem contar que grande parte da vegetação da Serra é permeada de Mata Atlântica.

Nossa sugestão é conhecer a Cachoeira do Bracuí, que tem 150 metros de extensão. A queda-d’água cai pela Serra do Mar e nesse local é possível ver a Baia da Ribeira, em Angra dos Reis (RJ).

Mas não é só a Bocaina que chama a atenção na cidadela! A arquitetura e a infraestrutura colonial das fazendas do período do café, que ainda estão preservadas com móveis e utensílios da época, merecem sua visita.

Saiba mais sobre o local no site da Prefeitura de Bananal.

Como chegar

Acesso pelas Rod. Br 116 (Km 273), Rod. SP 64 – Rod Sp 68 – Rod. SP 247 com distâncias São Paulo 330 Km, Rio de Janeiro – 153 Km, Barra Mansa – 25Km.

7 – Ubatuba – Cedrinho

Vale do Paraíba, Guichê Virtual
Praia do Cedrinho, Ubatuba | Foto: Banco de imagens

É claro que uma das mais belas cidades do Litoral Norte não poderia estar de fora dessa seleção para curtir o verão no Vale do Paraíba.

A Praia do Cedrinho ainda é um paraíso intocado no meio de Ubatuba e uma ótima dica para quem busca o sossego na alta temporada. O local tem uma pequena faixa de areia e mar calmo, quase uma piscina, ótimo para observar os peixinhos e fazer mergulhos, por conta da água cristalina.

Como chegar

O acesso para a Praia do Cedrinho é pelo quilômetro 53 da BR-101. A metade do percurso é por uma estrada de terra, que leva até a entrada para a praia.

A partir dali é necessário descer caminhando por uma trilha de cerca de 800 metros, por isso não leve muitas coisas, pois a subida de volta da praia pode ser cansativa.

8 – Parque Estadual da Serra do Mar

Um dos mais belos lugares que a região valeparaibana abriga é o Parque Estadual da Serra do Mar. A entrada é pela cidade de São Luiz do Paraitinga e é preciso ter acesso ao Núcleo Santa Virgínia para conhecer o local. Lá tem bases no parque com guias que fazem os passeios pelas trilhas.

A reserva natural tem diversas atrações, como a trilha da Pirapitinga que leva a um circuito de cachoeiras (Andorinhas, Salto, Grande e Saltinho). O percurso tem cerca de 5 km de extensão.

Outra dica é explorar a trilha do Ipiranga. O percurso é longo e exige mais do turista, afinal são 14 km e seis horas de caminhada, contabilizando a ida e volta. Mas a experiência é incrível porque é possível chegar na Cachoeira do Ipiranga e acompanhar os rios que cortam a trilha.

Como chegar

Rodovia Dr. Oswaldo cruz, km 78 – Alto da Serra – São Luís do Paraitinga.

***

Já esteve em algum desses lugares no Vale do Paraíba? Nos envie a sua história para [email protected] e compartilhe com o Brasil sua viagem! 🙂

Comprar passagem de ônibus