Viagem de ônibus? Saiba sobre o limite de bagagens

Viagem de ônibus? Saiba sobre o limite de bagagens

COMPARTILHAR

Sempre quando programamos uma viagem longa de ônibus surgem dúvidas sobre o limite de bagagens que podemos levar por pessoas, ainda mais quando se tratam de viagens de mudanças de cidade e com a família. Para você esclarecer todos os pontos sobre a pesagem das malas e o que você pode levar dentro do ônibus, listamos aqui três dúvidas frequentes de todo passageiro:

1.Afinal, qual é o limite de bagagens?

No preço da passagem já está incluso o transporte gratuito de sua bagagem, observadas algumas regras. A bagagem que vai no bagageiro (a parte mais baixa do ônibus, com aquelas portas que abrem de lado) pode pesar até 30 quilos, e sua maior dimensão (altura, comprimento ou profundidade) pode ter até um metro. Já no porta-embrulhos (nome para o compartimento onde colocamos a bagagem de mão no ônibus) a bagagem não pode exceder cinco quilos. Além disso, evite levar malas com odores fortes para não incomodar de alguma forma os outros passageiros.

2. E se minha bagagem exceder o peso?

Você até pode levá-la pagando multa determinada como “até 0,5% do preço da passagem correspondente ao serviço convencional, pelo transporte de cada quilograma de excesso”. Ou seja, dois quilos a mais são 1% do preço da passagem. Por isso, é importante se planejar na hora de arrumar a mala.

3. Extravio ou danos

Os volumes acomodados no bagageiro são de responsabilidade das empresas rodoviárias, que devem protegê-los contra danos e extravios. Para tal, deve-se destacar um funcionário para receber e devolver estes objetos e, na falta deste, a atividade é de responsabilidade do motorista. Ao depositar a bagagem no compartimento o passageiro deve receber um comprovante que deve manter consigo até a retirada dos volumes do bagageiro no final da viagem.

Em caso de dano ou extravio, o passageiro deve comunicar o problema logo ao final da viagem, registrando a reclamação em formulário indicado pela empresa responsável pelo transporte. As transportadoras serão responsáveis por indenizar os clientes que tiverem a passagem extraviada ou danificada no prazo de 30 dias a partir da data de reclamação. A indenização é calculada de acordo com a tarifa do serviço convencional, podendo chegar em até 3 mil vezes o coeficiente tarifário para casos de danos e 10 mil vezes o coeficiente tarifário em caso de extravio.

Leia também:
Vai viajar de ônibus? Confira 6 dúvidas mais frequentes
Como comprar passagens de ônibus pelo Guichê Virtual
Como buscar rotas pelo Guichê Virtual?

Quer contar sua experiência em nosso blog? Nos envie a sua história para [email protected] e compartilhe com o Brasil sua viagem! 🙂

Comprar passagem de ônibus