Viajar para a América do Sul: confira 5 dicas

Viajar para a América do Sul: confira 5 dicas

COMPARTILHAR

Nossos “hermanos” vizinhos estão ansiosos para receber sua visita! A América do Sul é um destino fantástico para suas primeiras viagens internacionais e também para voltar sempre, se você já foi. Os nossos vizinhos oferecem beleza, cultura, diversidade gastronômica e vantagens que talvez você ainda não conheça. Sabia que é possível chegar a várias cidades sulamericanas de ônibus? E que você nem precisa de passaporte para visitar a maioria dos países? Além disso tudo, uma viagem para a América do Sul pode sair muito mais em conta do que você imagina. Então, prepare logo a mala ou a mochila, se você gosta do estilo mochilão, e leia as nossas dicas!

De noite ou de dia, vá de ônibus

Viajar para a América do Sul de ônibus é muito fácil. É possível sair de São Paulo, Curitiba, Florianópolis ou Porto Alegre, por exemplo, e chegar a Buenos Aires, na Argentina; Montevidéu, no Uruguai; ou Assunção, no Paraguai, entre outros destinos, com a comodidade de poder comprar passagens on-line. E você viaja confortavelmente de ônibus apreciando a bela paisagem. Os preços são mais em conta e a aventura já começa no trajeto mesmo!

Uma boa dica para quem consegue dormir bem no ônibus: em viagens muito longas, prefira os horários noturnos. Você dorme na viagem, economiza uma diária de hotel e evita perder um dia inteiro no deslocamento.

Isso só não vale para trechos como o de Santiago (Chile) a Mendoza (Argentina), porque, além de a viagem durar menos de sete horas, o ônibus cruza a Cordilheira dos Andes e a paisagem é simplesmente espetacular! Na direção Santiago — Mendoza, escolha a fileira de assentos da direita. E na janela, claro!

Não se esqueça da carteira de identidade recente e das vacinas

Na Argentina, Uruguai, Paraguai, Venezuela, Bolívia, Chile e Colômbia não vão te pedir passaporte, mas sua identidade deverá ser recente. Se a sua tiver mais de dez anos de emissão, providencie uma nova. E tem de ser o RG mesmo, pois carteira de motorista não vale como identidade por lá!

Também trate das vacinas com antecedência, pois a de febre amarela tem de ser tomada, no mínimo, 10 dias antes da viagem, e é exigida pela Bolívia, Colômbia e Peru. Você pode encontrar informações atualizadas no site do Ministério da Saúde.

Faça roteiros mais curtos se você tem poucos dias de férias

As cidades maiores são mais facilmente acessíveis e, além de oferecerem muitas atrações, são ótimas bases para um bate-volta de ônibus em viagens mais curtas pelas redondezas. Quando o tempo é curto, ou se é sua primeira viagem, pense em roteiros mais curtos e tradicionais, como Buenos Aires e Montevidéu, que podem ser feitos em pouco mais de uma semana.

Conheça a Argentina e o Chile de ônibus

Se você tem pelo menos duas semanas, dá para esticar mais. Reserve 4 dias para Buenos Aires, depois pegue o ônibus para Córdoba (aqui vale a dica da viagem noturna). Depois de ver a cidade universitária, pegue outro ônibus para visitar as vinícolas de Mendoza e faça um brinde à saúde dos viajantes. De Mendoza, pegue outro ônibus até Santiago do Chile, agora durante o dia, para se deslumbrar com a paisagem dos Andes. De Santiago, dois bate-volta imperdíveis são Valparaíso e Viña Del Mar.

Se você curte um mochilão, visite o Peru, a Bolívia e o Chile

Comece por Cuzco, no Peru, base para visitar o Vale Sagrado e Machu Picchu. Depois pegue o ônibus para Puno, às margens do Lago Titicaca, na fronteira entre Peru e Bolívia, o lago mais alto do mundo. Diz a lenda que a civilização Inca nasceu das águas desse lago no topo do mundo. De Puno a La Paz, na Bolívia, são cerca de 8 horas de ônibus. Curtiu La Paz? Hora de ir a Uyuni, ver a maior planície de sal do mundo. Depois continue a aventura até São Pedro do Atacama, passe uns dias no deserto e siga até Santiago antes de voltar para casa.

Muitas pessoas se esquecem de considerar a América do Sul quando planejam viagens para o exterior, mas a verdade é que muitos de nossos vizinhos são destinos incríveis — e, além de tudo, a viagem fica muito mais em conta. Agora que você já conhece essas dicas, que tal considerar um passeio pela América do Sul nas suas próximas férias? Tem mais algum destino sulamericano para recomendar? Deixe seu comentário!