3 lugares para viajar sozinho de ônibus por uma viajante frequente

3 lugares para viajar sozinho de ônibus por uma viajante frequente

COMPARTILHAR
Viajar sozinho de ônibus, Guichê Virtual
Rita Araújo

A vida sempre nos reserva surpresas boas. A Rita é uma delas. Chegou um pouco tímida, mas com vontade de contar sua história e estávamos ansiosos por isso. Rita Araújo nasceu em Natal (RN), mas vive em São Paulo (SP) há muitos anos, tem 59 anos e é professora aposentada. Apaixonada por viagem e turismo, adora viajar sozinho de ônibus, fez o Guia de Turismo Regional de São Paulo e agora está fazendo os guias Nacional e da América do Sul.

Hoje, viajar sozinho de ônibus ou qualquer outro meio de transporte é sinal de empoderamento, mas a Rita já desbrava esse Brasilzão sozinha há muitos anos. Ela diz que, quando mais jovem, escolhia um lugar, pegava a mochila e viajava sem muito planejamento. “Viajei dezenas de vezes de ônibus. Já fui para o Jalapão, Natal, Brasília, Iguape, Cananéia, Bonito, Belo Horizonte, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, Belém e Salvador. Todas as vezes sozinha”, conta a viajante. 

Viajante experiente que é, a Rita listou 3 lugares para viajar sozinho de ônibus.

1. Palmas e Jalapão, TO

Viajar sozinho de ônibus, Guichê Virtual
Jalapão, TO | Foto: Rita Araújo

Palmas é conhecida como uma das principais cidades turísticas da região Norte e não poderia estar fora da lista de lugares para viajar sozinho de ônibus. A indicação da Rita é o city tour e uma esticadinha no Jalapão, que é conhecido pelo ecoturismo e pelo turismo de aventura, com muitas cachoeiras, rios e dunas.

Como chegar

De ônibus

As viações Real Sul Turismo, Jamjoy, Catedral, Nossa Senhora Aparecida e Xavante disponibilizam passagens de ônibus saindo de diversas cidades do Brasil, como Imperatriz (MA), Brasília (DF), Goiânia (GO), Araguarina (TO), Porto Alegre do Norte (MT), Santana do Araguaia (PA), entre outras.

De carro

Para quem sai de São Paulo, o caminho é pela via BR-050, a viagem dura, em média, 22 horas. Saindo de Goiânia, o viajante segue viagem pela Rodovia Bernardo Sayão e pode chegar em 12 horas.

2. Foz do Iguaçu, PR

Viajar sozinho de ônibus, Guichê Virtual
Cataratas do Iguaçu | Foto: Banco de imagens

Sem dúvidas, a maior dica para esse destino é, como a Rita diz, apreciar o espetáculo das Cataratas. Em Foz também dá para conhecer o Parque das Aves, a usina hidrelétrica de Itaipu e um templo budista que fica na cidade. Sem falar que fica fácil de dar um pulinho na Argentina! Aqui no blog tem um guia completo de Foz do Iguaçu.

Como chegar

De ônibus

As viações Pluma e JBL Turismo podem te levar até Foz do Iguaçu. As saídas são de cidades como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Itararé (SP), Itapeva (SP), Itapetininga (SP), Belo Horizonte (MG) e Barra Mansa (RJ).

De carro

Quem sai do Rio em direção à Foz viaja, em média, 16 horas. A viagem é pela BR-374. Quem sai de São Paulo viaja pela mesma rodovia e chega após 11 horas de viagem.

3. Iguape, SP

A Rita já deu a dica: “Iguape tem um lindo centro histórico e se pode esticar o passeio até Cananéia. Se quiser ir além, a Ilha do Cardoso, com ar selvagem e belas praias, fica na região”. Não deixe de subir o Mirante de Cristo e de visitar o Museu de Arqueologia de Iguape e o Mercado de Artesanato e Cultura.

Como chegar

De carro

Saindo de São Paulo, a viagem dura menos de 3 horas e pode ser feita pela BR-116 e Rodvia Pref. Casemiro Teixeira. Quem sai do Rio fica, em média, 07 horas e meia na estrada e viaja pela BR-116.

Leia mais:

Mulheres listam 5 lugares para viajar sozinha

5 cidades históricas para conhecer de ônibus

Lugares para visitar no Rio de Janeiro: um tour pelas cidades históricas

Imprevistos acontecem mesmo com viajantes experientes

Viajar sozinho de ônibus, Guichê Virtual
Tren de las Nubes, AR | Foto: Banco de imagens

Com o tempo, as viagens da Rita passaram a ser mais sofisticadas, mas ela sentiu falta da Rita da juventude. “Fiquei com saudade de mim e resolvi voltar às origens das minhas viagens, peguei “um punhado” de dólares, alguns euros, reais, cartão internacional liberado e fui para Salta, Argentina.”

“Resolvi ir de ônibus e atravessar todo Chaco, não havia ônibus direto de Asunción, onde eu estava, até meu sonhado destino. Na primeira parada, em Santiago del Estero, tentei comprar passagem para seguir viagem, mas não consegui, nenhuma moeda era aceita e não havia casa de câmbio. Passei a noite em um banco da rodoviária. 

Pela manhã consegui um ir à um banco e segui em direção à  Salta. Com menos de uma hora de viagem, o ônibus foi parado pela polícia federal da Argentina, que encontrou uma mala cheia de drogas. Ficamos detidos por cerca de 15 horas. Sem descobrir culpados, fomos liberados. Ufa! Enfim, Salta! Sempre linda.

Cai exausta na cama do hostel ouvindo uma torrencial chuva. Na manhã seguinte, cansada, rumo a estação do Tren de las Nubes! O céu começava a clarear, lindo, sem nuvens. E a grande surpresa: a Defesa Civil não permitiria a saída do trem, pois uma face da montanha havia caído devido a intensa chuva.”

Ao contrário do que se pensa, essa viagem não desanimou nenhum pouco a alma de viajante da Rita! Ela continua viajando pelo Brasil e pelo mundo. A lição que aprendeu é mais bonita que várias paisagens que vimos por aí: “imprevistos podem acontecer e isso, ao invés de  estragar a viagem, pode ser um ingrediente que enriquece nossas lembranças”.

***

Conhece outro lugar para viajar sozinho de ônibus? Faça como a Rita e envie um e-mail para [email protected]

Comprar passagem de ônibus