Atendimento - Seg. a Sáb. 9h às 21h (11) 2626-9632

Olinda

Olinda

Consulte os horários dos ônibus aqui

Olinda, patrimônio mundial reconhecido pela Unesco, é uma cidade para se conhecer a pé. Cheia de história nas paredes de suas casas, conventos e igrejas, a cidade, fundada em 1535 por Portugueses, está repleta de belezas é destino obrigatório de qualquer turista. Pronto para a viagem? Então confira a baixo o que fazer na cidade:

Igreja e Mosteiro de São Bento 

Olinda possui muitas igrejas, mas algumas se destacam. É o caso da Igreja de São Bento, a mais rica igreja da cidade. Seu altar é inteiramente folheado a ouro; verdadeira obra de arte, ele foi exposto no Museu Guggenheim de Nova York em 2002, quando precisou ser desmontado para a viagem. Aos domingos, a missa das 10h conta com monges entoando cantos gregorianos.

Convento de São Francisco 

O convento mais antigo do Brasil é rico em painéis de azulejos portugueses retratando cenas da vida e da morte de São Francisco de Assis. Construído em 1585, parcialmente destruído em 1631 com a invasão Holandesa e reformado em seguida, o prédio está em uso pleno desde então. Além da arquitetura e dos famosos azulejos, o convento abriga uma biblioteca de livros raros.

Elevador panorâmico

O mirante de Olinda está localizado no prédio da Caixa D´água da cidade. Com 20 metros de altura, é possível ver Recife ao longe e Olinda em 360º. O prédio fica no Alto da Sé, nossa próxima dica.

Alto da Sé

Subindo até o Alto da Sé, em primeiro lugar você terá uma vista deslumbrante da cidade com o mar ao fundo. Em segundo lugar, você encontrará as tradicionais tapioqueiras e muito artesanato de qualidade. Vale conferir o restaurante Beijupirá, sem medo de errar! Ele fica ao lado da Igreja da Misericórdia.

Igreja da Sé

Além da beleza da igreja, na lateral direita do prédio você terá uma linda vista da cidade que lhe proporcionará belas fotos. A igreja abriga o túmulo de Dom Hélder Câmara, arcebispo de Olinda que foi indicado ao prêmio Nobel da Paz em 1972. Para mais informações sobre horários de visitação das igrejas, acesse o site da prefeitura de Olinda.

Museu do Mamulengo

Com mais de mil bonecos em seu acervo, o museu expõe bonecos utilizados no teatro de rua do séc. XIX e bonecos confeccionados recentemente. Por meio deles, a história da cultura popular pernambucana é retratada. Você verá, por exemplo, o casal de cangaceiros Lampião e Maria Bonita.

Mercado da Ribeira

Neste mercado você encontrará mais artesanato regional, mas, além disso, poderá ver os famosos bonecos gigantes que desfilam no carnaval. Se você visitar a cidade fora das festas de carnaval, não deixe de visitar o local.

Carnaval

O carnaval não poderia deixar de entrar nas dicas do que fazer. Sem escolas de samba e sem clubes fechados: o carnaval de Olinda é conhecido como uma festa democrática. Percorrendo as principais ruas da cidade, é só entrar na dança e seguir os foliões. Para passar o feriado de carnaval por lá (ou qualquer outra época!), a cidade oferece excelentes acomodações. Entre as opções de hotel, dê uma olhada na Pousada dos Quatro Cantos, localizado no centro histórico, e na Pousada Baobá, próxima à Praça do Carmo.

Preparado? Boa viagem!