Atendimento - Seg. a Sáb. 9h às 21h (11) 2626-9632

Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Tudo pronto para embarcar para o Rio de Janeiro? Mal pode esperar para postar “#partiu Cidade Maravilhosa” nas redes sociais? Pois se prepare, também, para fazer check-in em pontos obrigatórios do território carioca quando o assunto é boa comida, deliciosas bebidas (incluindo os clássicos chopps ou caipirinhas espertas) e muitas compras. Gostou da ideia? Então keep calm and... confira nossas dicas!

Onde beber

Se o assunto envolve bares, o destino principal é a Lapa, ponto máximo da boemia carioca, com toda democracia, atendendo a diferentes gostos, no que diz respeito a ambientes e paladares. Do clássico “boteco copo sujo” a pubs requintados, tudo pode ser encontrado por lá.

Mas o roteiro pode ser mais amplo. Maior consumidor de chopp do país e responsável por transformar a caipirinha em um mito entre os drinks, o Rio também oferece opções convidativas no Leblon – que conta inclusive com a famosa Academia da Cachaça, para os apreciadores da “branquinha” –, na Urca, nas orlas das praias e ainda na Tijuca – mais especificamente na Praça Varnhagen. O local é um templo para dedos de prosa, boa música, petiscos e bebidas geladas principalmente de quarta a domingo. Próximo ao Maracanã, é comum que torcedores saiam do estádio e se reúnam por lá em dias de jogos enquanto o clima de balada, socialização e happy hour sem hora para terminar domina nos demais dias.

Onde comer

Não falta charme ao Rio nas praias, nos casarões imperiais, nos monumentos, nas trilhas para quem gosta de aventuras e, claro, na cozinha. Sim, na cozinha. Sem estilo específico que a defina quando o assunto é agradar o paladar, a Cidade Maravilhosa aposta na variedade para tentar conquistar os turistas pelo estômago. E não erra, flertando com diferentes sabores, desde a baixa gastronomia à culinária mais refinada.

Para quem gosta do sabor da carne e de boas receitas no espeto, a dica é passar pelo Aterro do Flamengo e experimentar o que é servido pelas churrascarias nacionalmente conhecidas instaladas por lá. Se seu gosto é por sanduíches e hambúrgueres – sim, partindo dos cardápios leves aos acompanhados por muita batata frita – e sucos ou açaí, o melhor destino é Copacabana ou Leblon, que também abrem espaço para restaurantes com cardápios variados e experiências em pratos que incluem tanto sabores franceses, por exemplo, quanto o mais tradicional brasileiro.

Por falar nisso: Santa Teresa é boa pedida para os apaixonados por feijoada. Da mesma forma, com a pacificação nas favelas, muitos estabelecimentos têm aberto as portas em morros como o Vidigal, conhecido por cantinas visitadas inclusive por estrelas internacionais em turnê pelo Brasil. Tudo na maior tranquilidade e com preços razoáveis. Para adoçar a vida – e os olhos –, a tradicional Confeitaria Colombo, aberta desde 1894 no Centro Histórico, merece seu check-in.

Onde comprar

Sim, comprar! Afinal de contas, toda viagem que se preze termina com pelo menos um parzinho de souvenirs na bagagem para guardar de lembrança ou para presentear uma pessoa querida. No Rio, o que não faltam são opções para isso. E a melhor sugestão está nas feiras que se espalham por quase todos os bairros nos finais de semana e se transformam em atrativos à parte na Cidade Maravilhosa.

De artesanato a antiguidades, passear por esses centros de vendas alternativas é possibilidade tentadora aos sábados na Praça XV e na Lapa. Aos domingos, bater perna entre barracas é opção na Gávea e em Ipanema, que sedia a famosa Feira Hippie desde a década de 60.

Se enquanto procura itens de decoração, roupas, acessórios e utilitários você gosta de apreciar diferentes opções de entretenimento, como exposições ou espetáculos musicais e de dança, vale a pena conhecer a Feira de Tradições Nordestinas, em São Cristóvão, aberta de sexta a domingo.