Atendimento - Seg. a Sáb. 9h às 21h (11) 2626-9632

São Paulo

São Paulo

Consulte os horários dos ônibus aqui

A maior cidade do Brasil tem programas para todos os gostos – menos praia, claro. Se você seguiu nossa sugestão de se hospedar na região da Avenida Paulista, estará perto do metrô e poderá fazer com facilidade quase todos os programas. Confira algumas sugestões do que fazer ao viajar para São Paulo.

Passeando na Avenida

Na Avenida Paulista (abastecida por quatro estações de metrô, contando com a da Linha Amarela), nossa dica é ignorar o Masp por enquanto – o lugar ainda vai passar por uma reforma e o acervo permanente tem obras de grandes artistas, mas não é muita coisa. Fique do lado de fora, visite o vão-livre e tire fotos. Um passeio mais legal é a Casa das Rosas, que é de graça, sempre tem uma exposição bacana e ainda conta com um belo café. Se você vai a SP para fazer compras, visite a Fnac (pelos produtos eletrônicos) ou a Livraria Cultura do Conjunto Nacional (pelos livros). É obrigatória uma parada em um barzinho da Augusta, ou, se preferir, em um Starbucks. Se quiser rir, vá a um show de stand-up no teatro do Hotel Renaissance ou no bar Comedians. E, depois da meia-noite, escolha uma balada ao seu gosto na Augusta.

O verde em Sampa

O Parque do Ibirapuera é um dos destinos favoritos dos paulistanos, e você logo verá por quê. É gigantesco, bonito, bem cuidado e tem muita coisa para fazer, inclusive nada (sentar na grama, fazer um piquenique etc.). Ali pertinho você visita o Obelisco do Ibirapuera, o Monumento às Bandeiras, e, se for final de ano par, o Pavilhão da Bienal. Não longe dali ficam o Museu da Imagem e do Som (que abriga a exposição do Castelo Rá-Tim-Bum) e a famosa e badalada Igreja Nossa Senhora do Brasil.

O passeio no Centro

Desça na Estação da Luz e você se sentirá num filme do Harry Potter. Dali, poucos passos te separam do Museu da Língua Portuguesa, um dos mais divertidos e originais museus que você vai conhecer (as atrações permanentes, como o vídeo que exibe palavras nas paredes de uma ampla sala escura, são obrigatórias). Tome o metrô de novo e desça na Sé ou na São Bento para conhecer o Centro velho: Catedral da Sé, Pátio do Colégio, Mosteiro de São Bento, e o icônico Viaduto do Chá, que você já viu tantas vezes na televisão (e o gigantesco Vale do Anhagabaú, que fica abaixo). Andando um pouco mais você tira uma foto na esquina das avenidas Ipiranga e São João, imortalizada na música “Sampa”, de Caetano.

Vendo a cidade do alto

Agende pelo menos uma visita ou jantar para admirar São Paulo do alto. Entre as possibilidades estão o Terraço Itália, o terraço do Edifício Martinelli, e os bares The View e Skye (este no Hotel Unique). Se puder passear um pouco mais, confira o pôr do sol, claro, na Praça do Pôr do Sol, no Alto de Pinheiros.

Programação oriental

O Brasil é o país com a maior população de japoneses fora do Japão, e claro, muito deles estão em São Paulo. Não há desculpa para não visitar a Liberdade, mesmo porque chega-se lá de metrô. Experimente a comida chinesa, coreana e japonesa, compre lembrancinhas, e, à noite, vá com amigos a um dos legítimos karaokês.

Estas são nossas sugestões para uma primeira viagem a São Paulo, mas a cidade ainda tem muito mais a oferecer. Qual o seu programa imperdível em Sampa? Conte para a gente.